Desmatamento na Paisagem do Corredor da Beira: o papel de factores sócioeconomicos

Research report
, 141 pages
PDF (2.63 MB)
13601PIIED.pdf
Language:
Portuguese, Portugal
Published: March 2018
Area(s):
Product code:13601PIIED

Em Moçambique, tal como noutros países, a população rural dependente dos recursos naturais é tida como um dos principais agentes que estimula a conversão das florestas em outros usos. Sabe-se que não só a pobreza move as acções destes agentes, como também a procura de produtos florestais nos mercados nas crescentes zonas urbanas a nível nacional e internacional. Isto não significa, contudo, que o seu papel seja irrelevante. Sendo assim, importa compreender a sua percepção sobre as motivações por detrás das práticas de uso da terra adoptadas. Tal é fundamental na definição das abordagens, modelos e práticas sustentáveis de uso da terra e a sua eficiência e efectividade na mitigação das causas do desmatamento e degradação florestal, redução de emissões e melhoria do bem-estar da população. O que revela então o levantamento socioeconómico de informantes-chave e quase 1200 agregados familiares das províncias de Manica, Sofala e Zambézia?